domingo, 19 de junho de 2011

Encerrando o assunto Vancouver

Pra quem não sabe o Vancouver Canucks perdeu o campeonato para o Boston. E os torcedores perderam a vergonha. Carros incendiados, vidraças quebradas e porrada com a polícia.

Foi o suficiente para receber mensagens do tipo: "Tá vendo, o Canadá tem violência e confusão com torcida igual ao Brasil-il-il"

Concordo com a parte que a violência vista lembrou as brigas e confusões dos estádios brasileiros. Mas, no caso o problema está no imperfeito ser humano, que ao se ver no anonimato das aglomerações e regado ao álcool, é capaz de absurdos como aquele. Isso ocorre no Brasil-il-il, Canadá ou Conchinchina.

A diferença (e que diferença!) está no dia seguinte.

No Brasil-il-il a população fica indignada! Jovens protestam criando hashtags no twitter, políticos vêem a público dizer que é um abusurdo, autoridades policiais dizem que as medidas cabíveis serão tomadas e a classe média balança a cabeça em desaprovação antes de dar boa noite à Fátima Bernardes e voltar ao seu estado de dormência. E nada acontece! E no dia seguinte ninguém lembra mais.

Em Vancouver as pessoas serão identificadas, punidas e processadas. Já estão sendo. A população se indignou. Mas, não ficou de braços cruzados. No dia seguinte à destruição, centenas foram as ruas e voluntariamente limparam e consertaram o que os arruaceiros fizeram. Colocam madeiras para substituir provisoriamente os vidros quebrados. E nas madeiras escreveram palavras de desculpas e deixaram claro que os verdadeiros cidadãos não foram os que destruíram, mas o que consertaram.

Essa é grande diferença. Fazer acontecer.

5 comentários:

Lila Rosana disse...

É isso mesmo. O texto está muito bem escrito. Parabéns.
Grata,
Lila

Com o pé no Canadá disse...

Aff... realiza pra quem esta aqui...

O meu pai falou "vc viu a bagunça que aconteceu lá naquele lugar pra onde vc vai... fizeram igual a torcida do flamengo"
ps: meu pai é botafogo...rsrsrs

Pinguinland disse...

Kaka,

Arrasou! Foi no ponto, sem muitas delongas!!

abracao!!

Cecilia

katia disse...

isto é a diferença que faz a diferença.

Amalia disse...

Deixa que o pessoal fale "Ah, tá vendo? é igual ou pior do que aqui no Brasil"... quero mais que as pessoas pensem isso para que esse tipo de gente não acabe indo morar no Canadá para depois ficar reclamando ou fazendo o que fazem no Brasil-il-il. Nosso país é de ninguém.