terça-feira, 19 de junho de 2012

Sobre a compra da casa...

Como havia prometido no post anterior, vou contar um pouco mais sobre o processo de compra da nossa casa.
Lembro que estou descrevendo como foi o NOSSO processo. Não é a verdade absoluta e nem a única forma de fazer. Mas, foi como deu certo pra gente, então vou compartilhar.


Nosso primeiro passo, foi procurar um broker para fazer uma pré-aprovação. Para você que não está familiarizado com os termos, o broker é o cara que corre atrás dos bancos para negociar as taxas de juros. A presença do broker não é obrigatória e tem muita gente que corre atrás por conta própria. Mas, pela nossa falta de conhecimento de mercado foi muito importante ter essa ajuda. Mais um detalhe, a comissão do broker é paga pelo banco e não pelo comprador. Como brasileiro, você deve estar pensando: e se o broker favorecer um banco por causa da comissão? Hellooooooouuuuuu! Canadá meu filho. Se pegarem o cara ele tá fu….beeeeeep... dido.
A pré-aprovacão é importante para saber até quanto você poderá gastar na compra da casa. Dessa forma, você tem uma idéia sobre o que procurar, onde e quanto vai poder pagar.


Então iniciamos a busca pela casa. Ter um corretor experiente é importantíssimo. Alguém que conheça bem o mercado e as regras do jogo. Os corretores aqui podem negociar casas de outros corretores (nesse caso a comissão deles cai um pouco), mas isso é bom, porque você não precisa procurar a corretora da moda. Você fica mais a vontade para procurar alguém de sua confiança. Todos os corretores tem acesso a um sistema único com todas (e muitas) informações sobre os imóveis e todos podem mostrar qualquer casa.

No começo ficava meio chateado, porque minha corretora mostrava coisas fora da minha faixa de valores e com caracterísicas diferentes das que eu tinha pedido. Depois entendi que ela estava querendo abrir meu horizontes e me mostrar outras características e informações que eu não sabia ou não havia percebido. De novo, méritos de uma corretora experiente.

Escolhemos a casa… Próxima etapa era fazer uma proposta. Estudamos (a corretora e eu) o histórico da casa para saber alguns detalhes. Exemplo: se estava desocupada há muito tempo, quanto o dono anterior pagou por ela, se teve reforma etc… Enviamos a proposta junto com um depósito de segurança que posteriormente seria debitado do valor da entrada. No dia seguinte se deu a negociação entra as corretoras (claro que ela te consulta a cada rodada), mil pra cá, mil pra lá e fechamos no preço que a gente queria pagar.

Proposta aceita, hora do broker voltar à cena e fazer a aprovação propriamente dita com os bancos.

Com o mortgage aprovado, voltamos para a corretora. Ela nos passou uma lista de profissionais para fazer a vistoria da casa e uma lista de advogados para tratar da documentação.

O papel do advogado, além de lidar com a papelada, é fazer o repasse do dinheiro para a imobiliária vendedora, receber o valor da entrada e verificar se está tudo dentro dos conformes antes do dia da entrega das chaves.

Outros detalhes:
• Broker tem comissão paga pelos bancos e corretora pelo vendedor. Ou seja, é ajuda sem custo para o comprador… em teoria, pois se você conseguir encontrar uma casa por contra própria e negociar com o vendedor poderia ter o preço reduzido já que ele não vai pagar comissão pra ninguém. É muito difícil, já que quase todos os imóveis estão na mão de imobiliárias, mas já vi brasileiros conseguirem assim. Eu acho mais legal usar o corretor.
• Aqui o percentual mínimo para entrada (se for o primeiro imóvel) é 5%. Se você der menos de 20% o banco inclui alguns seguros que elevam um pouco o valor final.
• Esteja ciente que além da entrada, você vai ter que desembolsar algo em torno de CAD$ 400.00 para a vistoria e CAD$ 1000.00 para o advogado.
• Claro que existem muito mais detalhes, mas acho que seria leviano de minha parte querer fazer o papel do broker ou da corretora.

Caso alguém queira os contatos da corretora e do broker que nos ajudou, pode me mandar um e-mail.

Um comentário:

Karlson disse...

Show o post, ficou bem escrito. Quick comment sobre o Broker. O Broker é qualquer um que funcione como intemediário. A corretora é um broker. No caso do George, ele foi o seu Financial Broker :)